Voltar Visita ao Dr. Jeffrey Staab na Mayo Clinic – Rochester/MN

mayo

Danilo Martin Real

 

Com o objetivo de ajudar a reestruturação da cidade de Rochester/MN após o tornado que a atingiu alguns anos antes, o médico William Mayo inaugurou a primeira unidade da Mayo Clinic em 1889. Desde então, a instituição se expandiu progressivamente e hoje é um dos maiores grupos de saúde sem fins lucrativos do mundo. De acordo com os dados de 2017, a Mayo Clinic realizou cerca de 1.3 milhões de consultas ambulatoriais e emprega mais de 60 mil funcionários diretamente e mais de 4 mil deles são médicos ou pesquisadores.

Associado a este crescimento, os principais valores de seu fundador permanecem enraizados nas bases da empresa. No hall de entrada das principais unidades, está escrito em destaque o principal lema de William J. Mayo:

The best interest of the patient is the only interest to be considered“.

A instituição desenvolveu seu próprio modelo de saúde, que busca valorizar a humanização do atendimento, visão integral do paciente, multidisciplinaridade e interdisciplinaridade. A comunicação entre os profissionais da saúde é facilitada por prontuário eletrônico próprio, com acesso a consultas passadas, exames laboratoriais e de imagem realizados em qualquer uma das unidades espalhadas pelos EUA.

Além disso, os profissionais da saúde são incentivados a dedicar períodos para atividades em conjunto com outros departamentos como discussões de casos clínicos e produção científica.

Dentro deste contexto de trabalho, o Dr. Jeffrey Staab coordena o Programa de Medicina Comportamental do Departamento de Psiquiatria da Mayo Clinic. A equipe formada por psiquiatras, psicólogos e enfermeiros atua de forma conjunta em pacientes com diagnósticos somáticos e funcionais. O protocolo de tratamento para cada doença somática é individualizado na busca de melhores resultados. Após a confirmação do diagnóstico psiquiátrico, o tratamento é iniciado por meio de intervenções terapêuticas em grupo ou individualmente, além da introdução de medicações psicotrópicas quando necessário.

 

Visitamos a Clinica Mayo em Rochester durante o ano de 2017 em busca de aprimoramento profissional no diagnóstico e acompanhamento da Tontura Postural Perceptual Persistente (TPPP) ao lado do Prof. Jeffrey Staab. Como principal autor dos critérios diagnósticos da TPPP, publicados pela Sociedade Bàràny em 2017, o Dr. Staab recebe muitos pacientes com tal suspeita clínica. Os casos que chegam seguem um protocolo clássico que compreende primeiro a avaliação vestibular com o audiologista: videonistagmografia com prova calórica, cadeira rotatória, oVEMP, cVEMP, vídeo Head Impulse Test e posturografia. Pacientes com quadro de migrânea descompensada ou suspeita de doença de origem central são encaminhados ao neurologista do grupo. Nos casos de história clínica compatível de TPPP, exames vestibulares normais e sem sinais de alterações centrais, a consulta com o Dr. Staab é realizada para confirmação diagnóstica e início do tratamento. Pudemos acompanha-lo durante esse período e trouxemos para o nosso ambulatório do HCFMUSP as novidades assimiladas com a finalidade de, cada vez mais, oferecer ao paciente a melhor abordagem possível.

 

 


Outras Notícias